segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Como ganhar dinheiro e ter uma renda extra dando aulas

Kindergarten teacher helping student with reading skills
Hoje em dia é muito mais fácil para um professor encontrar seu público-alvo de alunos e montar um curso de aulas particulares e especializadas. Com a internet, é possível dar aulas por meio de aplicativos, corrigir exercícios online, anunciar seus cursos, entre outras coisas. Ou seja, há muitas opções para quem quer ganhar dinheiro dando aulas. E essa flexibilidade pode ser benéfica tanto para o aluno, quanto para o professor! Quer saber como ganhar dinheiro dando aulas? Confira nossas dicas:

O que você pode ensinar?

Quais são seus maiores talentos? O que te distingue como profissional? Procure não ser apenas mais um professor mediano, oferendo cursos cada vez mais especializados e focados. Por exemplo, se sua formação é em Língua Portuguesa, por que não oferecer cursos voltados para a fase de redação do ENEM? O mesmo acontece com empreendedores formados em administração, que podem focar seu ensino em aspectos mais pontuais da profissão, como aulas sobre inovação e planejamento estratégico, por exemplo.

Onde oferecer suas aulas?

Suas aulas podem ser oferecidas em diversos ambientes, até mesmo na internet! Para quem está apenas começando e ainda não quer fazer investimentos iniciais muito altos, que tal transformar um cômodo da casa em sala de aula? Esse formato é ideal para a realização de aulas particulares e videoaulas (por Skype, por exemplo). Você também pode ir até a casa de seus alunos, oferecendo assim mais comodidade a eles. A partir do momento em que você conseguir mais alunos, ou quiser expandir sua rede de ensino, é possível alugar uma sala especialmente para essa finalidade!

Organize seus planejamentos de aula e horários

Independentemente do formato do curso, procure organizar seus planejamentos de aula de forma estratégica. Tenha sempre uma pasta (virtual ou física) com exercícios e aulas teóricas preparados para cada tema. Também é importante manter apresentações de Power Point e outras ferramentas, como o Prezi (apresentações mais dinâmicas, em formato bastante inovador). Seus horários também devem ser bastante organizados, principalmente se você der aula na casa de seus alunos. É necessário contar com o tempo de deslocamento e intervalos regulares entre uma aula e outra, para descanso e preparação.

Quanto cobrar por aula?

Essa é uma pergunta cuja resposta demanda contextualização: o valor de cada aula varia de acordo com sua experiência no mercado, a especialidade do tema tratado, a estrutura física ofertada (aulas em espaço próprio, ou na casa do aluno?), entre outros. Faça uma pesquisa de mercado para saber quanto seus colegas de profissão cobram e ajuste seus valores a partir daí. Com o tempo e o aumento da demanda por suas aulas, será possível cobrar mais caro sem comprometer o número de alunos inscritos.

Como conseguir seu primeiro aluno e ampliar o número de estudantes?

Utilize a tecnologia para divulgar suas aulas! Crie uma página em redes sociais como o Facebook e o LinkedIn para realizar postagens com regularidade e divulgar seus trabalhos. Atenção ao português, já que erros de digitação e gramática podem comprometer seriamente sua percepção por alunos em potencial. Suas postagens também devem dar exemplos claros da qualidade e qualificação de seu trabalho. Por exemplo, caso seja um curso de fotografia e uso de programas como o Photoshop, por que não realizar postagens com exemplo de suas fotos e edições? Essa é uma forma de dar um gostinho de seu trabalho a seus futuros alunos e, assim, garantir que mais e mais pessoas se inscrevam em seu curso!
O que achou de nossas dicas? Você teria outras sugestões sobre como ganhar dinheiro dando aulas? Deixe aqui seu comentário e participe!
Grande abraço e até a próxima!

fonte: finançasforever
Postar um comentário